TRATAMENTO DE MOURÃO PARA CERCA

Tratamento 

Para que a madeira usada nas cercas tenha sua vida útil prolongada, é necessário efetuar o tratamento para sua proteção.

Recomendações:
- Deve-se trabalhar com madeiras jovens, menos de 4 anos de idade, pois está em franca atividade de elaboração de seiva. A madeira mais indicada é o eucalipto.
- O princípio se baseia na substituição da seiva pelo produto preparado.
- No preparo, com a madeira verde, toda casca deve ser retirada, até a casca grudada, tomando-se o cuidado para não ferir a madeira.
- Fazer num dia de sol com umidade relativa baixa.
- Deve-se fazer num local protegido, assim evita a evaporação do produto pela incidência de sol.

Material:
- Para 100 litros de água
- 2,5 kg de ácido bórico
- 2,5 kg de sulfato de cobre.
Obs: Estes apresentam toxidez baixa. Mesmo assim, manusear com a devida proteção. 

Como fazer:
- Misturar tudo bem,
- Despejar nos tambores, onde as madeiras serão tratadas. 
- Uma boa dica é enterrar parte dos tambores para que os peso das madeiras não faça com que os tambores virem.
- Colocar os mourões com as partes mais grossas para baixo, permanecendo ali por uma semana. Tempo necessário para absorção e troca da seiva. 
- Com o passar dos dias, haverá diminuição do nível da calda, devendo ser feita nova calda para a reposição.
- Deve-se fazê-la com a mesma proporção.
- O tambor deve ficar com aproximadamente 60 cm de calda no mínimo. 
- Não usar tambores ou baldes metálicos, pois ocorrem reações com os produtos da calda.
- A preferência é por materiais plásticos.
- Após 7 dias, observa-se que os mourões estarão com cores diferentes, próximos a um azul-esverdeado, onde os mesmos devem ser empilhados num barracão aberto, de maneira que o vento passe entre eles por no mínimo 30 dias, tempo necessário para o secamento.
- Depois pode-se furar para a utilização.


Nenhum comentário:

Postar um comentário